AnálisesNotícias

Queda na venda de frango

Primeiros meses foram negativos para este setor

Os avicultores precisam manter o otimismo mesmo diante da queda do preço de frango nas últimas semanas. É o que apontou o relatório divulgado essa semana pelo indicador da Scot Consultoria para o frango em São Paulo que trouxe queda de -2,17% para o frango na granja, a R$2,25/kg e de -0,71% para o frango no atacado, a R$2,80/kg.

Infelizmente o mercado de frango vem sofrendo com quedas constantes, estas que são influenciadas por uma somatória de fatores. O presidente da Associação Paulista de Avicultura (APA), Érico Pozzer, em entrevista ao Notícias Agrícolas explica essa queda:

“As complicações em decorrência da operação Carne Fraca, com a perda do mercado europeu e as dificuldades de exportação para a Rússia e outros países. Para completar, os preços do milho e da soja subiram nos últimos 40 dias. Todos os esforços vêm sendo feitos pelas empresas e pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), mas estes ainda são movimentos lentos”.

Avicultor sente impacto

Os números que haviam sido divulgados em fevereiro assustam, e foram divulgados pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).  Conforme  relatório, a o Brasil embarcou 310,5 mil toneladas do produto ao exterior no mês passado, com queda de 5,9% sobre fevereiro de 2017, quando foram exportadas 329,9 mil toneladas do frango brasileiro.

Essa queda no preço se deve muito ao preço do milho que é um importante insumo da atividade. Quando ele aumenta, sobem também os custos da ração que é importante na criação das aves.

Espera-se que no próximo mês este setor tenha uma alta e os produtores fiquem satisfeitos. É o que esperam os analistas de mercado.

Tags

Artigos relacionados